CIRURGIA BARIÁTRICA – MITOS E VERDADES

O Brasil é um dos países que mais realiza cirurgias bariátricas no mundo. De acordo com dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica, só em 2017 foram 105 mil. Todo mundo sabe que tratar a obesidade não é uma tarefa fácil. Envolve mudanças alimentares, adesão a exercícios físicos e requer uma boa dose de disposição e disciplina. Além disso, o ato de comer está diretamente ligado à questão psicológica. 

A cirurgia bariátrica deve ser o último recurso para a perda de peso, considerada apenas após a falha dos demais tratamentos médicos. E muitos mistérios giram em torno desse procedimento. Por isso, a lista abaixo vai ajudar você a descobrir o que é verdade ou mito sobre a cirurgia bariátrica:

  • Qualquer pessoa pode fazer a cirurgia bariátrica

Mito! A operação é geralmente indicada a pessoas com IMC acima de 40, que convivam com a obesidade há pelo menos cinco anos. Para pessoas com comorbidades associadas como por exemplo, diabetes, hipertensão,  o IMC pode ser acima de 35. Hoje também ja ganhando força a indicação de pessoas com IMC acima de 30 com DM2 grave com dificuldade de controle medicamentoso. Em todos os casos, a cirurgia é desaconselhada em casos de doenças psiquiátricas moderadas e graves que não estejam controladas e para indivíduos com alterações genéticas, síndromes e tumores.

  • Para realizar a cirurgia bariátrica, basta passar pela consulta com gastroenterologista e cirurgião

Mito! É necessária a participação de uma equipe multidisciplinar, incluindo nutricionista, psicólogo, endocrinologista, psiquiatra e cardiologista para fazer o acompanhamento pré e pós cirúrgico. Por se tratar de um procedimento com efeitos permanentes, o paciente deve estar com a saúde física e emocional equilibradas.

  • Depois da cirurgia bariátrica vou precisar de acompanhamento médico pelo resto da vida

Verdade! A obesidade é uma doença crônica. Por isso o paciente operado precisará do auxílio constante do médico a fim de evitar o ganho de peso. Além disso, o paciente pode precisar de suplementação de algumas vitaminas ao longo da vida, que deverão ser recomendadas por nutricionista ou endocrinologista

  • Nunca mais vou poder comer alguns alimentos

Mito! Com as novas técnicas de cirurgia bariátrica o paciente não precisa deixar de comer o que gosta, desde que as quantidades sejam bem menores. No entanto, é preciso lembrar que o sucesso do procedimento está ligado à mudança dos hábitos alimentares.

  • Quem faz cirurgia bariátrica pode ter anemia, queda de cabelo e unhas quebradiças

Verdade! Isso pode ocorrer nos primeiros meses após o procedimento, quando a perda de peso é mais rápida. Porém é possível contornar esses problemas com suplementos vitamínicos indicados pelo médico.

  • A cirurgia bariátrica melhora ou cura algumas doenças

Verdade! A obesidade é um fator de risco para diversas doenças, em especial as cardiovasculares. Com a redução do peso, muitos pacientes que passam pela cirurgia bariátrica conseguem reduzir o nível de glicemia e colesterol no sangue, evitando diabetes e hipertensão, por exemplo. Além disso, há melhoras também na locomoção e nas dores das articulações.

  • Quem faz cirurgia bariátrica não pode engravidar

Mito! A obesidade pode ser um fator que dificulta ou eleva o risco de complicações na gravidez. Neste sentido, o procedimento é benéfico para muitas mulheres. No entanto, a Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica orienta que a gravidez ocorra após dois anos do procedimento, quando a perda de peso estiver estabilizada.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados